Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você concorda e aceita nossa Política de Privacidade.

Se preferir, informe quais cookies você permite utilizarmos clicando aqui.

Política de Cookies

Cookies são arquivos que auxiliam no reconhecimento do seu acesso ao site. Para personalizar e melhorar sua experiência, sugerir conteúdos de acordo com seu perfil, e facilitando a navegação de forma segura. Abaixo, temos a descrição de quais são os tipos de Cookies que usamos . Caso tenha dúvidas, acesse a nossa Política de Privacidade.

Tipos de Cookies que usamos

Essenciais

Estes cookies são imprescindíveis para a operação do site. A opção de usá-los vem selecionada por padrão, pois sem eles, a navegação fica comprometida e você não consegue aproveitar algumas funcionalidades básicas que o nosso site oferece.

Escola Aberta do Terceiro Setor

Cursos

Blog

Link copiado para área de transferência

Para fazer essa ação você precisar estar logado na plataforma.

Nos dias atuais, toda empresa deseja ter um site próprio, um fato que aumenta cada vez mais a demanda por profissionais especializados na construção de páginas de internet. O web designer é quem possui competência para o desenvolvimento estético e funcional desse tipo de produto.

A profissão tem evoluído bastante ao longo dos últimos anos, acompanhando as transformações tecnológicas que estão atingindo todo o globo. Em vista disso, quem busca seguir carreira na área precisa estar atento às ferramentas exigidas pelo mercado atual para se destacar em meio às oportunidades profissionais.

Quer saber mais sobre o papel do web designer? Então continue lendo esse conteúdo:

A função do web designer

forma abstrata e colorida saindo da tela de um computador para representar criatividadeO web designer é responsável pela concepção visual e pela navegação de páginas da internet. Trata-se de uma função complexa, já que para definir esses pontos ele deve se aprofundar em questões relativas a programação e design gráfico.

Os traços visuais de um site, por exemplo, precisam ser pensados de olho no público-alvo de um negócio e serem bem alinhados para que um usuário não se sinta perdido ao acessar uma plataforma. Além disso, torna-se necessário refletir sobre a experiência do usuário de olho nos diversos aparelhos em que um site será visualizado.

Em vista disso, a área de web design tem assimilado muitas novas tecnologias e estudos. Trata-se de algo que vem tornando o trabalho dos profissionais do setor cada vez mais abrangente e especializado.

Atualmente, o web designer tem sido solicitado para o desenvolvimento de outros produtos além de sites, como aplicativos, newsletters e games. Entretanto, nesses casos a participação do profissional depende das necessidades do projeto em questão e de suas capacidades técnicas.

Competências do web designer

O mercado de trabalho exige cada vez mais competências desse profissional. Algumas das consideradas imprescindíveis pela maioria das empresas são:

  • Facilidade em compreender e trabalhar com novos programas e tecnologias;
  • Noção sobre teoria das cores e tipografia, bem como esses elementos afetam a percepção de uma página na internet;
  • Habilidades para a diagramação de textos e imagens conforme solicitação, para deixar um site mais atrativo;
  • Conhecimentos das principais linguagens de programação voltadas para a web;
  • Compreensão de questões relacionadas à experiência do usuário.

Vale citar ainda que esse profissional deve manter-se sempre atualizado com as inovações ou tendências da área do web design. Por isso, é vital que ele continue sempre estudando para se aperfeiçoar cada vez mais.

Mercado de trabalho para o web designer

Com a grande demanda de empresas de todos os portes por profissionais especializados na construção de sites, a relevância e as oportunidades do web designer aumentam cada vez mais. Essa é uma tendência que não deve diminuir, o que torna essa uma ótima carreira para quem busca se firmar no mercado de trabalho.

Com salários médios de R$ 3 mil, os profissionais mais bem qualificados podem alcançar ganhos de R$ 7 mil na área. É possível ainda negociar a remuneração com base na complexidade e no tempo de execução de um projeto.

As possibilidades para web designer são tamanhas. Ele pode atuar dentro de uma organização específica, como um freelancer atendendo diferentes clientes conforme a procura pelo serviço, ou até mesmo montar um negócio próprio

Onde esse profissional pode trabalhar?

Basicamente, qualquer empresa pode contratar um web designer. Isso porque todos os negócios compreendem a importância de ter uma página na internet que seja funcional e bem desenvolvida.

Entretanto, há algumas organizações que se destacam pela procura intensa por tal profissional. São elas:

  • Agências de publicidade e comunicação;
  • Departamentos de comunicação de grandes empresas;
  • Empresas da área de tecnologia da informação;
  • Lojas que possuam ou estão construindo um e-commerce;
  • Organizações do serviço público;
  • Startups de todos os setores.

O mercado atual se encontra aquecido com muitas pessoas da área de web design. Entretanto, esses profissionais sempre encontram boas colocações nas organizações citadas, uma vez que a procura ainda é grande por indivíduos qualificados.

Como iniciar uma carreira nessa área?

Caso o seu objetivo seja seguir na profissão de web designer, há vários passos que você poderá seguir para ingressar no mercado de trabalho. Confira algumas dicas:

Faça cursos com certificação

Um lado positivo dessa carreira é que ela não exige formação superior. Embora existam algumas faculdades focadas em web design, profissionais que buscam entrar no mercado costumam optar por cursos profissionalizantes de curta duração.

Essa é uma ótima forma de desenvolver habilidades indispensáveis para a profissão e se estabelecer no mercado em pouco tempo. Entretanto, é bom ficar atento: as empresas costumam preferir pessoas qualificadas com certificados.

Uma boa opção para profissionais que queiram seguir tal carreira é o curso de Web Design do E-Hive. Ele conta com uma metodologia moderna de ensino focada no desenvolvimento do aluno e sua capacitação para atuação no mercado, além de contar com certificado ao final.

Comece com projetos pequenos

Ninguém começa de cima. Por isso, uma dica é iniciar por projetos menores quando estiver estudando ou iniciando sua carreira. É possível iniciar suas atividades criando o site para o negócio de um amigo ou familiar, além de buscar por oportunidades de atuação como freelance.

Esses trabalhos pequenos são ótimos para ganhar experiência e melhorar suas competências de forma prática. Além disso, eles podem ser um bom desafio para o web designer iniciante.

Monte seu portfólio

Os produtos e materiais utilizados nos seus primeiros trabalhos devem ser guardados e organizados para formar o seu portfólio profissional. Trata-se de um conteúdo essencial para atrair a atenção de empresas e alcançar novas oportunidades no mercado.

É possível também guardar os melhores projetos feitos durante o período de estudo com os cursos de capacitação para compor esse material e deixá-lo ainda mais atraente.