Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você concorda e aceita nossa Política de Privacidade.

Se preferir, informe quais cookies você permite utilizarmos clicando aqui.

Política de Cookies

Cookies são arquivos que auxiliam no reconhecimento do seu acesso ao site. Para personalizar e melhorar sua experiência, sugerir conteúdos de acordo com seu perfil, e facilitando a navegação de forma segura. Abaixo, temos a descrição de quais são os tipos de Cookies que usamos . Caso tenha dúvidas, acesse a nossa Política de Privacidade.

Tipos de Cookies que usamos

Essenciais

Estes cookies são imprescindíveis para a operação do site. A opção de usá-los vem selecionada por padrão, pois sem eles, a navegação fica comprometida e você não consegue aproveitar algumas funcionalidades básicas que o nosso site oferece.

Escola Aberta do Terceiro Setor

Cursos

Notícias

Link copiado para área de transferência

Para fazer essa ação você precisar estar logado na plataforma.

Entregar um produto ou serviço de excelência são alguns dos principais objetivos de qualquer empresa. Em um cenário a cada dia mais competitivo, manter o controle de qualidade é parte fundamental dos processos de trabalho de qualquer segmento.

Tal compromisso diz respeito a ferramentas e técnicas que visam assegurar a boa qualificação de algo produzido em larga escala. Trata-se inclusive de algo diretamente ligado ao modo como um negócio é reconhecido por seu público.

Por sua importância, cada vez mais profissionais buscam se aprofundar nessa questão relativa ao gerenciamento de produção.

Quer entender mais sobre o tema e como ele também está relacionado a uma carreira do mercado de trabalho? Então acompanhe este conteúdo:

Controle de qualidade: do que se trata?

mulher trabalhando no setor de controle de qualidadeQuando se fala em controle de qualidade, está-se referindo a uma metodologia que procura garantir que produtos e serviços sejam disponibilizados com uma determinada qualificação. Engloba-se nessa questão toda a eficiência e eficácia nos processos de trabalho.

Trata-se então de requisitos técnicos que devem ser seguidos para assegurar um alto padrão de qualidade para as atividades de um negócio. Com eles, é firmado um compromisso corporativo que deve estar alinhado à cultura da organização e seus objetivos no mercado para a padronização de processos.

Ter um sistema de controle de qualidade definido é imprescindível para que os itens possam ser consumidos com segurança. Considere a questão de um alimento: caso ele não siga um padrão de qualificação, poderá causar danos à saúde de uma pessoa. Outro exemplo é o caso de um brinquedo sem certificação, que pode machucar uma criança.

Quando se identifica algo fora do padrão e que não esteja de acordo com as diretrizes de competência, é necessário averiguar a origem do problema. Desse modo, é possível seguir com a correção dessa questão e evitar que mais erros ocorram futuramente.

Implementação fora da indústria

Embora muitas vezes o controle de qualidade esteja alinhado à produção industrial, suas técnicas também são úteis em outros modelos de negócio. Empresas que prestam serviços ou atendimento ao cliente final também aplicam suas próprias diretrizes de gerenciamento.

De qualquer forma, essa gestão de qualificação é implementada por meio de métricas próprias de cada organização. As etapas de produção devem ser acompanhadas de perto e constantemente avaliadas para garantir que eles estejam alinhados com os objetivos de um negócio.

Qual a importância do controle de qualidade?

Possuir uma metodologia de controle de qualidade é essencial para alcançar o nível de eficiência esperado e mitigar eventuais problemas. Caso não se dê atenção a isso, a imagem de uma organização pode ser duramente afetada.

Mas, quando seus produtos são oferecidos com determinada qualificação, o público reconhece sua relevância em torno das concorrentes e sua popularidade cresce. Desse modo, é possível criar uma comunidade fiel ao negócio.

Além disso, o controle de qualidade traz diversos benefícios a uma empresa, como por exemplo:

  • A unificação de processos de produção de forma eficaz e de olho nas melhores decisões para o empreendimento;
  • Criação de uma cultura de qualidade interna, que acaba sendo assimilada por todos os colaboradores;
  • Diminuição de erros, o que gera retornos positivos tanto no volume de produtividade, quanto na redução de custos;
  • Possibilidade de aprimoramento de serviços com base nos dados de análise de qualidade da organização.

Vale dizer que toda atividade produtiva feita com eficiência e que agrada o público gera ainda aumento no faturamento. Isso contribui para a saúde financeira de negócios em geral e permite futuros investimentos.

O profissional de controle de qualidade

Embora muitas pessoas não saibam, há profissionais específicos que trabalham com esse tipo de gestão de processos. O controlador de qualidade ou gestor de qualidade é o responsável por fazer a análise de procedimentos internos e garantir que eles sejam executados com eficiência.

Para isso, ele precisa ter um alto conhecimento de todo o processo interno de uma empresa, além de habilidades de logística e produção. Também é indispensável ter boa comunicação e capacidade de visualizar as exigências do consumidor.

Ressalta-se ainda a importância de habilidades de liderança para atuar continuamente no desenvolvimento do negócio e oferecer feedbacks.

Em muitos casos, ele participará de reuniões estratégicas de um negócio e prestará apoio a outros gestores em discussões que têm como foco alinhar as metas de um empreendimento, a fim de que elas sejam alcançadas sem deixar de lado a qualidade do serviço oferecido.

Sempre que se fizer necessário, esse profissional revisará os equipamentos, as ferramentas e os materiais utilizados em processos de produção. Em muitos casos, ele deve ficar atento a atualizações legislativas, principalmente quando uma matéria-prima venha a ser proibida ou estiver limitada no país.

O mercado para o gestor de qualidade

O gestor de qualidade sempre encontrará vagas no mercado, pois muitas empresas precisam desse profissional em seu time de colaboradores. Seus objetivos principais são modelar processos e verificar se as normas estão sendo seguidas com foco na eficácia da produção.

Ele também pode ser contratado para atuar em escritórios de auditoria ou consultoria. Nesses locais, realizará a inspeção dos serviços de organizações e identificará se elas estão alinhadas com alguma diretriz de qualificação.

Como seguir carreira nessa área?

Para conseguir uma colocação no mercado e atuar como um gestor de qualidade, é necessário seguir dois passos importantes.

O primeiro é o aperfeiçoamento das habilidades comportamentais exigidas para o cargo. Entre elas estão a capacidade de liderança de equipes, boa relação interpessoal e a visão estratégica corporativa. É necessário também saber padronizar processos e estar apto a indicar soluções para possíveis problemas.

O passo seguinte é qualificar-se por meio de cursos de capacitação. É importante que isso seja feito em uma instituição de ensino bem qualificada. O objetivo é inscrever-se em um curso que estimule o desenvolvimento de competências do aluno com foco no mercado de trabalho.

Nesse caso, uma boa escolha é o curso de Fundamentos de Produção e Logística do E-Hive. Além de abordar fortemente a questão da gestão de qualidade, ele também conta com conteúdo sobre administração de recursos e controle de processos.

Assim, é possível se tornar altamente qualificado para qualquer posição de liderança focada em gerenciamento de serviços e produtos.