Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você concorda e aceita nossa Política de Privacidade.

Se preferir, informe quais cookies você permite utilizarmos clicando aqui.

Política de Cookies

Cookies são arquivos que auxiliam no reconhecimento do seu acesso ao site. Para personalizar e melhorar sua experiência, sugerir conteúdos de acordo com seu perfil, e facilitando a navegação de forma segura. Abaixo, temos a descrição de quais são os tipos de Cookies que usamos . Caso tenha dúvidas, acesse a nossa Política de Privacidade.

Tipos de Cookies que usamos

Essenciais

Estes cookies são imprescindíveis para a operação do site. A opção de usá-los vem selecionada por padrão, pois sem eles, a navegação fica comprometida e você não consegue aproveitar algumas funcionalidades básicas que o nosso site oferece.

Escola Aberta do Terceiro Setor

Cursos

Notícias

Link copiado para área de transferência

Para fazer essa ação você precisar estar logado na plataforma.

Em um mundo tão dinâmico e de constantes mudanças, qual o espaço para o que faz um web designer?

Saiba que de acordo com o portal Salario.com.br, este cargo está em alta no mercado de trabalho brasileiro.

Houve um aumento de 4,73% nas contratações formais. A comparação foi feita entre dezembro de 2022 e dezembro de 2023. É um indicativo de que há um campo promissor e existem outros sinais de que vale a pena investir nessa carreira.

Preparamos este guia para quem quer saber mais sobre como atuar na área, seja em regime de CLT ou conciliando com outro emprego, pois é possível trabalhar como freelancer para complementar a renda.

Pesquisamos para você sobre o assunto e organizamos da seguinte forma:

Vamos lá?

O que é web design?

Em bom português, é o desenho de páginas na internet.

É a arte e a prática de criar layouts visuais e funcionais para websites. Por isso, envolve elementos gráficos, tipografia, cores e estrutura de página para proporcionar uma experiência de usuário atraente e intuitiva.

Um bom web design encanta os visitantes com sua estética e também se concentra na usabilidade e na acessibilidade. Isso garante que os navegantes possam fluir facilmente pelo conteúdo e interagir de forma eficaz com o site.

Clipart que mostra uma mulher negra trabalhando como web designer

O que faz um web designer?

Considerando o que escrevemos antes, o web designer é o artista por trás de tudo isso.

E seu papel está em constante expansão, conforme as próprias tendências vão surgindo na sociedade, a partir dos comportamentos das pessoas na internet.

Aliás, segundo o site Statista.com, em 2022, o Brasil tinha mais de 167 milhões de pessoas usando a internet. Espera-se que esse número chegue a 190 milhões até 2027.

Sua atuação hoje em dia

Com esses dados de consumo de internet só aumentando, esse trabalho não está apenas ligado a sites. Ele também é requisitado no desenvolvimento de aplicativos, jogos, newsletters, sistemas, conteúdos para mídias digitais, entre outros.

Podemos dizer que se tornou uma profissão multidisciplinar, porque precisa interagir com outras equipes para o sucesso do negócio, a exemplo de desenvolvedores de web, o pessoal do marketing, analistas de redes sociais, entre outros.

Tudo isso vai ser muito importante para ajudar um site a ser bem ranqueado em mecanismos de busca. Se o trabalho for bem feito, vai contribuir para a reputação do web designer e o surgimento de melhores oportunidades profissionais.

O que você precisa saber para ser um web designer?

Bom, esse profissional deve possuir algumas habilidades, então fizemos essa lista de algumas delas para você:

Design visual

É a criação de layouts atraentes e equilibrados para sites e aplicações, combinando elementos gráficos, tipografia e cores de forma harmoniosa.

Ferramentas de design

É necessário dominar softwares de design gráfico para criar e editar elementos visuais. Existem vários no mercado, desde plataformas gratuitas, como GIMP, até às mais populares, como Adobe Photoshop, Illustrator e Sketch.

Linguagens de programação

É essencial uma compreensão de linguagens como HTML, CSS e JavaScript, para implementar designs em páginas da web.

Design responsivo

Com os diferentes tamanhos de tela que existem hoje (desktop, laptop, tablets e smartphones), um designer de web precisa se preocupar em criar layouts que se adaptam aos diversos dispositivos, garantindo uma experiência consistente para todos.

User Experience (UX)

Quando você encontrar esse “UX”, saiba que é a tal da experiência do usuário, que abrange os princípios de UX design para criar interfaces intuitivas e fáceis de usar, focadas em proporcionar uma melhor experiência.

Conhecimento em design de interface (UI)

Outra coisa que vai aparecer bastante é a UI (do inglês, “User Interface”), que trata da capacidade de criar interfaces bonitas e funcionais, considerando elementos como botões, menus, ícones e espaçamento.

Acessibilidade: diferencial para um web designer

O mundo reivindica cada vez mais inclusão! Portanto, o web designer deve ter conhecimento sobre diretrizes de acessibilidade para a web e práticas recomendadas para garantir que o site seja acessível para pessoas com deficiência.

Gestão de projetos

Essa é uma habilidade crucial para dar conta das demandas e das várias etapas dos projetos de design, comunicando-se efetivamente com clientes e colaborando com outros membros da equipe. Aliás, você pode ler mais depois sobre gestão de projetos. Você vai gostar.

Gestão do tempo

Esse ponto é útil para todo o profissional. É preciso gerenciar de forma eficiente o tempo e priorizar tarefas para cumprir prazos de entrega, garantindo que todos os projetos sejam concluídos dentro do cronograma estabelecido. Um bom planejamento e o uso de ferramentas de gestão podem ajudar, por exemplo, os freelancers a otimizar seu tempo e manter uma produtividade consistente.

Comunicação e colaboração

Saber se comunicar com clareza é fundamental. Ter uma boa comunicação interpessoal ajuda desde entender as necessidades do cliente, até receber feedbacks e trabalhar de forma colaborativa para alcançar os objetivos do projeto.

Atualização constante para ser um bom web designer

O aprendizado é infinito, então tenha disposição para estudar sempre e se manter atualizado sobre as tendências e tecnologias emergentes no campo. Você está procurando por um curso de web design? A e-Hive preparou um de alta qualidade, com profissionais de destaque no mercado. Com ele, você vai se capacitar para se tornar um web designer de ponta.

 

Clipart de um ambiente de trabalho mostrando o que faz um web designer

Quanto ganha uma web designer?

Não existe uma resposta exata para isso, porque o salário vai variar de acordo com tempo de experiência, nível de conhecimento e região do Brasil. Mas aqui vão alguns dados que coletamos no portal Salario.com.br.

Em uma análise de 30.850 salários nos últimos 12 meses, um web designer ganha em média R$ 3.347,50 no mercado brasileiro, para uma jornada de trabalho de 43 horas semanais. Mas esse valor pode chegar a até R$ 12 mil reais por mês, considerando os fatores que citamos antes.

A cidade com mais contratações, por consequência com mais vagas, é São Paulo/SP.

A região sudeste é a que tem maior média salarial (R$ 3.900,00), seguida por sul (R$ 3.170,00), centro-oeste (R$ 2.955,00), nordeste (R$ 2.047,00) e norte (R$ 1.960,00).

As principais cidades que contratam e melhor remuneram um web designer são:

  • São Paulo/SP;
  • Rio de Janeiro/RJ;
  • Belo Horizonte/MG;
  • Curitiba/PR;
  • Fortaleza/CE;
  • Brasília/DF;
  • Porto Alegre/RS;
  • Goiânia/GO;
  • Barueri/SP;
  • Florianópolis/SC.

Se você estiver pensando em trabalhar como freelancer, os rendimentos vão ser de acordo com os tipos de serviços contratados.

Para se ter uma ideia do quanto cobrar pelo seu trabalho, o Eco WebDesign sugere que um web designer com experiência pode receber para fazer um site em média entre R$ 3.000,00 a R$ 7.000,00 (ou até mais) por mês. Novamente, isso depende da região e do grau de conhecimento técnico.

 

Onde e para quem um web designer trabalha?

Antes de irmos ao ponto, lembre-se de que quem atua nessa área pode trabalhar de qualquer lugar! Tendo um bom computador, você faz seu trabalho e entrega seus resultados para sua empresa ou cliente de onde estiver. Por isso, é possível negociar flexibilidade ou tornar sua habilidade de web designer uma segunda fonte de renda.

Você pode trabalhar como CLT ou freelancer para:

  • Empresas de comunicação e marketing;
  • Agências de publicidade e propaganda;
  • Agências de desenvolvimento web;
  • Startups;
  • Empresas que precisam de websites.

Sobre esse último item, vale mencionar que, segundo o Mapa de Empresas, o Brasil tem mais de 20 milhões de empresas ativas, sendo que 93,7% são de microempresas ou empresas de pequeno porte. E quantas delas têm uma presença digital? É um terreno em aberto para web designers oferecerem seus serviços de qualidade.

 

Conclusão

Essa profissão é dinâmica e está em crescimento, devido à demanda por profissionais que criem experiências digitais atraentes e funcionais.

À medida que o mundo digital evolui, a necessidade de web designers se torna cada vez mais crítica, não apenas para o desenvolvimento de websites, mas também para aplicativos, jogos e conteúdos para mídias digitais. Sua atuação passou a ser multidisciplinar, colaborando com equipes diversas.

O crescimento no número de usuários de internet no Brasil e a variação salarial baseada na experiência, conhecimento e localização geográfica indicam um mercado promissor para os profissionais da área. Com isso, torna-se essencial para os aspirantes e profissionais atuais em web design permanecerem atualizados com as tendências e tecnologias emergentes, assegurando assim sua relevância e sucesso no campo digital.