Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você concorda e aceita nossa Política de Privacidade.

Se preferir, informe quais cookies você permite utilizarmos clicando aqui.

Política de Cookies

Cookies são arquivos que auxiliam no reconhecimento do seu acesso ao site. Para personalizar e melhorar sua experiência, sugerir conteúdos de acordo com seu perfil, e facilitando a navegação de forma segura. Abaixo, temos a descrição de quais são os tipos de Cookies que usamos . Caso tenha dúvidas, acesse a nossa Política de Privacidade.

Tipos de Cookies que usamos

Essenciais

Estes cookies são imprescindíveis para a operação do site. A opção de usá-los vem selecionada por padrão, pois sem eles, a navegação fica comprometida e você não consegue aproveitar algumas funcionalidades básicas que o nosso site oferece.

Escola Aberta do Terceiro Setor

Cursos

Notícias

Link copiado para área de transferência

Para fazer essa ação você precisar estar logado na plataforma.

Dados recentes divulgados pela Bloomberg Intelligence indicam que haverá um investimento de cerca de US$ 53 trilhões em ações de ESG por parte das empresas até 2025. Essa estimativa surge como exemplo de uma preocupação crescente no mundo corporativo com causas sociais, ambientais e de governança.

As empresas que já aplicam o ESG em seus negócios se tornaram referências para muitas organizações que agora procuram desenvolver suas próprias estratégias sustentáveis.

Entretanto, colocar essas práticas como parte dos processos de um negócio pode ser um desafio para gestores e líderes.

Quer entender como as empresas estão fazendo isto? Confira uma lista de possíveis medidas de ESG a seguir:

Definir estratégias de reciclagem

Empresas que trabalham com a produção de resíduos podem começar a aplicar medidas que focam no descarte adequado e na reciclagem.

Esse processo permite que os recursos naturais sejam reaproveitados e contribui para a redução de custos nos processos de produção.

Também é recomendado que embalagens plásticas e outros itens fabricados com o material sejam substituídos por opções recicláveis. Dessa forma, é possível diminuir o despejo de plástico na natureza.

Usar energia renovável

As energias limpas ou renováveis têm baixo impacto ambiental, uma vez que não produzem gases responsáveis pelo aquecimento global.

Muitos negócios investem no uso de energias renováveis como parte de sua política de ESG. Assim, eles colaboram para um futuro mais limpo que beneficie toda a população.

Criar uma política de desperdício zero

No dia a dia de um escritório, muitos materiais e produtos são descartados. Uma medida que as empresas podem adotar é a da política do “desperdício zero”.

Essa conduta ajuda a diminuir o volume do descarte e torna todo processo de trabalho mais sustentável. Uma ação relacionada a isso que pode ser aplicada diariamente é a redução do uso de produtos descartáveis, com exceção daqueles que são essenciais para a higienização local.

Investir em ações sociais

Empresas de médio e grande porte podem apoiar projetos sociais de sua comunidade local, a exemplo de programas de educação, cultura e assistência básica.

De todo modo, esse investimento é importante para reduzir a desigualdade social e proporcionar mais dignidade à vida de muitos indivíduos.

Promover políticas de inclusão

Falar de ESG em empresas é também tratar da questão da diversidade e inclusão. Por isso, as empresas devem urgentemente começar a pensar em estratégias e políticas que visam incluir mulheres, pessoas racializadas (de diferentes etnias), PCDs e LGBTQIA+ para dentro de suas equipes.

Trata-se de um processo que, além de trazer impactos positivos para a sociedade, é benéfico para empresas. Equipes com diferentes vivências são mais inovadoras e conseguem superar desafios com maior agilidade.

Incentivar o desenvolvimento de colaboradores

Líderes e gestores também devem olhar para dentro de suas equipes e reconhecer os esforços de seus colaboradores. Isso pode ser feito estimulando a capacitação e o crescimento desses profissionais com cursos e treinamentos disponibilizados pela organização.

Tal atitude também faz com que a equipe se torne a cada dia mais capacitada e alcance cargos cada vez melhores.

Empresas que investem em ESG no Brasil

Diversas organizações de destaque no mercado brasileiro já aplicam estratégias de ESG em sua metodologia de atuação.

A Natura, por exemplo, é um dos principais casos de sucesso em ESG no país. A companhia divulga com frequência relatórios de sustentabilidade que comprovam a evolução de sua política ambiental e vem promovendo, cada vez mais, a inclusão de mulheres em sua equipe administrativa.

A agenda sustentável igualmente faz parte da atuação da AES Brasil, que conta com vários projetos focados na preservação do meio ambiente e na recuperação de nascentes. A empresa também vem desenvolvendo soluções de energia renovável.

Entre outras empresas presentes no mercado brasileiro que estão comprometidas com ações de ESG, é possível citar: Bradesco, Itaú Unibanco, Santander, Engie Brasil e Fleury.