Utilizamos cookies para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você concorda e aceita nossa Política de Privacidade.

Se preferir, informe quais cookies você permite utilizarmos clicando aqui.

Política de Cookies

Cookies são arquivos que auxiliam no reconhecimento do seu acesso ao site. Para personalizar e melhorar sua experiência, sugerir conteúdos de acordo com seu perfil, e facilitando a navegação de forma segura. Abaixo, temos a descrição de quais são os tipos de Cookies que usamos . Caso tenha dúvidas, acesse a nossa Política de Privacidade.

Tipos de Cookies que usamos

Essenciais

Estes cookies são imprescindíveis para a operação do site. A opção de usá-los vem selecionada por padrão, pois sem eles, a navegação fica comprometida e você não consegue aproveitar algumas funcionalidades básicas que o nosso site oferece.

Escola Aberta do Terceiro Setor

Cursos

Notícias

Link copiado para área de transferência

Para fazer essa ação você precisar estar logado na plataforma.

O crescimento da preocupação com a sustentabilidade e seu impacto econômico tem feito com que as empresas busquem cada vez mais por colaboradores com competências para a preservação do meio ambiente. Nesse contexto, as green skills têm sido mais valorizadas no mundo corporativo.
Por essa razão, os profissionais precisam desenvolver tais habilidades para alcançar melhores colocações. Quer entender melhor essa mudança no mercado de trabalho e saber quais são essas aptidões tão requisitadas? Então, continue acompanhando esse texto:

Green skills: o que são?

pessoa trabalhando em seu computador e varias ilustrações relacionadas a ESG em cima do computador

O termo green skills, ou habilidades verdes, diz respeito às competências de um indivíduo em implantar ações com foco em sustentabilidade e na saúde econômica de um negócio. Elas envolvem atitudes voltadas para o controle dos gastos de água, emissão de gases poluentes, economia de energia, entre outras.
De modo geral, trata-se de uma reflexão sobre todas as atividades de uma empresa que podem gerar algum impacto ao meio ambiente. Profissionais com tal conhecimento adaptam processos de modo a diminuir os danos ambientais.
Um exemplo seria o caso de um gestor de uma indústria de alimentos que implementa o uso de embalagens biodegradáveis para amenizar os efeitos de seu trabalho sobre a natureza. Pessoas que possuem green skills costumam ser chamadas de talentos verdes numa referência às suas competências sustentáveis.

Por que essas habilidades são importantes?

O LinkedIn divulgou recentemente o Global Green Skills Report 2022, que aponta que a procura das empresas por talentos verdes está em um crescimento constante. Trata-se de uma nova tendência das empresas, que perceberam dois pontos importantes que atingem sua economia:

  • O impacto ambiental afeta o acesso a insumos essenciais para o desenvolvimento de atividades corporativas. Desse modo, o meio ambiente deve ser preservado para que a escassez não cause perdas financeiras;
  • Os consumidores têm exigido cada vez mais que as empresas realizem ações com finalidade sustentável. Promover atitudes com tal foco é uma forma de melhorar sua imagem pública e conquistar novos clientes.

Com isso, a oferta por empregos para profissionais com green skills está crescendo e não necessariamente se restringe apenas a cargos tradicionalmente sustentáveis como um biólogo ou um ecologista.
As habilidades verdes já são uma exigência para cargos de liderança no mercado, como o de um gestor de projetos, um representante de vendas ou gerente de produtos.

Quais são essas competências?

Embora envolvam uma série de conhecimentos, as green skills são divididas em quatro tipos de competências específicas. São elas:

Habilidades técnicas e de engenharia

Dominadas por técnicos e engenheiros, essas habilidades estão relacionadas à elaboração de projetos de pesquisas renováveis ou construção de edifícios ecológicos. Diz respeito à capacidade de se conseguir aprimorar maquinários, estruturas ou sistemas para que o impacto ambiental seja minimizado ao máximo possível.

Habilidades científicas

São competências de profissionais com conhecimentos bem específicos sobre questões ambientais, como é o caso de biólogos, físicos, ecologistas ou bioquímicos. Essenciais para o tratamento de recursos naturais, como a água, desde a aplicação de ações de administração, proteção, até o monitoramento da efetividade desses procedimentos.

Habilidades de gestão e operação

Compreender os processos de uma empresa como um todo é fundamental para aplicar mudanças metodológicas sustentáveis. Tal experiência está associada a colaboradores com cargos de gestão, que precisam ter uma visão estratégica integrada para elaborar alterações eficientes. Além disso, é necessário adquirir competências de comunicação e negociação para manter um bom relacionamento com todos os outros envolvidos.

Habilidades de monitoramento

São direcionadas a profissionais das áreas de gestão de projetos e dizem respeito às capacidades de avaliação das técnicas e critérios utilizados para aprimorar procedimentos com foco em diminuir impactos ambientais. É preciso garantir que todas as atividades sigam as normas regulamentadas atuais e ainda estejam alinhadas com os objetivos de um negócio.

Como desenvolver suas green skills?

Há diferentes formas de desenvolver competências ligadas às habilidades verdes e se alinhar às expectativas de um mercado profissional cada vez mais voltado para a questão da sustentabilidade. Entre as formas de obter ou aprimorar green skills, é possível citar:

  • Estudos sobre o tema: buscar aprender sobre questões climáticas, biodiversidade e conservação por meio de cursos específicos. Além disso, é importante conhecer mais sobre as diretrizes do ESG.
  • Discutir a questão: conversar com pessoas ligadas à área ou com lideranças que já implementaram ações de preservação para conhecer melhores tipos de gestão. Participar de eventos sobre o tema é a melhor forma de fazer isso.
  • Com conscientização pessoal: ler com regularidade sobre mudanças climáticas, meio ambiente e como tudo isso afeta as empresas também é uma maneira de aprimorar suas green skills. Quanto maior o conhecimento, maior a capacidade de um profissional de se adaptar às novas demandas mercadológicas e conseguir encontrar soluções inovadoras que trabalham a causa ambiental.